EUA encontra aliado no turismo

Após sofrer com os ataques terroristas em 2011 e com a crise imobiliária em 2008, o turismo vem se mostrando um grande aliado da economia norte-americana. Apenas nos três primeiros meses de 2012, a quantidade de visitantes estrangeiros que chegou ao país teve aumento de 10%, número que traz consigo a expectativa de que, em nove anos, o destino receba 100 milhões de turistas por ano, conforme matéria publicada ontem pelo jornalista Antonio Euryco do Brasilturis (http://bit.ly/Qqqh6J).

 Confira na íntegra: 

Turismo que vem do exterior volta a crescer nos Estados Unidos

Casa Branca mostra que o setor é uma das apostas de Obama

Mais turistas estrangeiros estão visitando os atrativos americanos colaborando para a recuperação econômica dos Estados Unidos, segundo relatório divulgado pela Casa Branca. O número de turistas estrangeiros cresceu 10% no primeiro trimestre deste ano, se comparado com 2011. A meta é chegar a 2021 atraindo 100 milhões de visitantes por ano.

Além do otimismo pelos números já comprovados, há também a estimativa pela crescente demanda de vistos neste ano, que deverá mostrar aumento de 19%. E os números favoráveis também apontam para os US$ 13,7 bilhões gerados entre janeiro e julho.

Geoff Freeman, diretor operacional da US Travel Association,  representante das agências de viagens, afirmou que .as medidas de segurança adotadas depois dos atentados de 11 de setembro complicaram as viagens para os EUA, mas que as recentes mudanças propiciaram uma retomada do crescimento.

Em janeiro, o presidente Barack Obama determinou que o Departamento de Estado e o Departamento de Segurança Doméstica simplificassem a tramitação dos vistos de turismo, ampliando a capacidade dos consulados para lidar com os pedidos de visto, e aumentassem a eficiência das alfândegas, com especial atenção para os visitantes da China e do Brasil.

O turismo é uma das apostas de Obama, em busca da reeleição em novembro, para combater um nível de desemprego que há quase quatro anos supera os 8%. O setor emprega pouco mais de 7,5 milhões de norte-americanos.

A demanda do Brasil por vistos de turismo e vistos de negócios de curta permanência cresceu 38% no primeiro semestre de 2012, em comparação ao mesmo período de 2011. No caso da China, o aumento foi ainda maior, atingindo os 48%, e o número de visitantes chineses nos EUA pode triplicar até 2016. 

Além do Brasil e da China, há também crescente número de argentinos querendo aproveitar para comprar produtos mais baratos nos EUA. Os indianos devem crescer mais de 30% nos próximos cinco anos.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s