O melhor da Cidade do Cabo em uma viagem de três dias

0183123a

Visitar a África do Sul sem conhecer a Cidade do Cabo é uma infração grave. Com uma diversidade cultural e étnica única, a segunda maior cidade do país é uma espécie de “Rio de Janeiro africana” que impressiona pela sua urbanização, limpeza e desenvolvimento, além de oferecer entretenimento cultural e diversão a qualquer hora do dia.

Em uma viagem de uma semana à África do Sul, três dias seria o tempo ideal para conhecer a Cidade do Cabo. Ir sem passar por alguns lugares, no entanto, é o mesmo que deixar de vê-la. Confira a seguir três passeios indispensáveis para conhecer o melhor da cidade que fica no extremo sul do continente.

TABLE MOUNTAIN
Eleita uma das Sete Maravilhas do Mundo em 2011, a Table Mountain lembra nada menos que o Corcovado – até mesmo pela urbanização moderna das regiões mais avançadas da cidade, que lembram o Rio. Para subir de teleférico o viajante desembolsa 240 rands (cerca de R$ 60). Os mais radicais podem escalar e levar entre duas horas e meia e três horas para chegar ao platô, mas aqueles que optarem pelo caminho mais longo chegam a levar seis horas.

É preciso se programar no verão. Segundo a organização, o lugar chega a ter mais de 30 mil visitantes em apenas um dia. Até hoje, cerca de 24 milhões de pessoas já subiram a montanha em bondinhos, que operam desde 1929.

Seu cume, o Maclear’s Beacon, tem 1.085 metros de altura. Também é possível subir o monte em caminhadas de 15 minutos, meia hora ou até 45 minutos.

WATERFRONT
Uma das regiões mais requintadas da cidade, o Waterfront está “novo em folha”. Reformado pela primeira vez na década de 1980, o lugar que tem um shopping e um cais com barcos para passeio foi repaginado em 1992. No ano passado, teve concluída sua terceira reforma. Enquanto as lojas de eletrônicos são mais vantajosas a turistas sul-americanos argentinos ou peruanos, manufaturados como roupas e malas chamam a atenção de brasileiros pelos preços.

0183123b

Mas todos se impressionam com a qualidade e o custo benefício dos vinhos. País que concorre com as outras grandes regiões produtoras mundiais de vinho, como Nova Zelândia, Austrália e Chile, a África do Sul tira vantagem no momento de crise global com a desvalorização do rand, que torna suas garrafas ainda mais competitivas.

CABO DA BOA ESPERANÇA

Tente guardar mais de um dia para visitar o Cabo da Boa Esperança, pois o local faz parte de uma reserva que atrai biólogos do mundo todo, além de turistas que se programam para conhecer o santuário de pinguins Boulders Penguin Colony e fazer um passeio por todo o parque por 120 rands (R$ 30).

O Portal PANROTAS viajou a convite da Latam Travel, com proteção da Travel Ace

FONTE: PANROTAS
(http://www.panrotas.com.br/noticia-turismo/destinos/2016/11/o-melhor-da-cidade-do-cabo-em-uma-viagem-de-tres-dias_140745.html?lista)

Viaje com uma agência AVIESP: https://goo.gl/TYvDg5

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s