Medellín inicia tradição natalina

img_0944-1-e1480836422579

Edição 2016 do Alumbrado Navideño utiliza 42 mil elementos decorativos e 32 milhões de lâmpadas LED para promover a convivência, a união familiar e as boas relações

Há quase cinco décadas, Medellín festeja a chegada de dezembro com luzes. Ano após ano, a cidade colombiana se enfeita para comemorar a tradição, conhecida como Alumbrado Navideño (Iluminação Natalina, em português). “A iniciativa é uma forma de presentear os cidadãos e integrar a comunidade em um período festivo, em um momento de união das famílias”, explicou Jorge Londoño de La Cuesta, presidente da EPM (Empresas Públicas de Medellín), companhia responsável pela organização do evento desde 1967.

Outro objetivo é aproveitar as tradições natalinas reforçar a união e a fraternidade entre os homens, valores que existem de sobra entre os locais, como ficou provado após a recente tragédia com o avião da boliviana LaMia. Além da incrível homenagem feita no estádio Anastásio Girardot, o ocorrido levou a prefeitura a adiar em três dias o “encendido”, ritual que dá início ao evento e acontece sempre em 30 de novembro.

A chuva não impediu a participação do público

A chuva não impediu a participação do público

Mesmo debaixo de muita chuva, milhares de pessoas participaram da cerimônia iniciada por volta das 19 horas (22 horas em Brasília/DF) que culminou com o acendimento da árvore-símbolo e de todos os elementos decorativos, em um grande show de luzes e cores. “Agradeço aos cidadãos por tudo o que fizeram nos últimos dias. A imagem que está rodando o mundo não é a do narcotráfico, mas a da vida real. Provamos que aqui vive gente boa, de bom coração”, disse Federico Gutierrez, prefeito de Medellín durante a cerimônia que oficializou o início do Alumbrado Navideño 2016.

A chuva não impediu a participação do público
Além da mudança de data, o ponto central do Alumbrado também foi alterado para os parques e entorno da região central. “Normalmente, as obras mais significativas eram instaladas seguindo o curso do rio Medellín. Neste ano, algumas obras realizadas no local impossibilitaram a implantação”, explicou Cuesta.

Um dos motivos para a escolha da nova casa dos símbolos gigantes foi a facilidade de acesso em transporte público – o que poderia diminuir o tráfego e aumentar a visitação. “Além disso, o centro é uma região que congrega, por onde todos passam, e que recebeu várias intervenções urbanísticas, seguindo os primeiros passos de um plano de revitalização liderado pela prefeitura”, resumiu.

Mas as outras áreas da cidade não foram esquecidas. Há pelo menos um conjunto de adereços implantado em cada uma das 16 comunas – regiões que compõem a divisão administrativa do território de Medellín. Uma consulta pública foi realizada nas redes sociais para que os moradores ajudassem a desenvolver a decoração dentro do tema “No Natal, Medellín é uma grande família”. Assim, definiram-se os símbolos mais representativos no imaginário coletivo: o presépio, a árvore de Natal e as estrelas.

Enredo
Um conto protagonizado por duas crianças faz a amarração dos elementos e cria uma verdadeira história natalina que pode ser percorrida e vivenciada. Há elementos monumentais (como a árvore de 24 metros e o presépio de 19 metros), itens de cenografia relacionada ao conto (como a casa dos personagens e o bosque onde eles encontram os duendes) e conectores que guiam todo o trajeto pela narrativa (velas iluminadas de diferentes cores e tamanhos, além de bolas sensoriais de 8 metros de diâmetro e muitos outros).

Outros destaques são a estrela instalada em um poste de 24 metros de altura – para que pode ser vista de qualquer ponto do Parque Norte -, projeções sobre as árvores e o túnel de luz que muda de cor. Na Carrera 53, os visitantes encontram tendas de comidas diversas e lojas de artesanato. Um anjo de 16 metros de altura foi disposto na avenida La Playa, local onde o primeiro Alumbrado foi realizado, há 49 anos. No total, foram criadas cerca de 42 mil figuras com 31 milhões de lâmpadas LED.

Por ser um evento gratuito e sem nenhum tipo de controle de entrada, é difícil dizer com certeza qual é o número de visitantes. Levando em conta a movimentação nos terminais de passageiros da cidade, a organização estima que o evento recebe 1,2 milhão de visitantes de fora. Não entram nessa conta os 4 milhões de habitantes que vivem nos 11 municípios que formam a Grande Medellín.

Ana Maria Gallego, gerente do Medellín Convention & Visitors Bureau, pediu que os visitantes deixem-se envolver por Medellín. “Dizemos que essa é uma cidade que transforma as pessoas; poucos saem daqui da mesma forma que chegaram. Esperamos conseguir celebrar a união e tocar a vida de muitos visitantes nos próximos dias”, finalizou.

Cuesta, Ana Maria e Gutierrez

Cuesta, Ana Maria e Gutierrez

Dados e curiosidades
– O ponto central é no Parque Norte, localizado na área conhecida como Carabobo Norte (acesso pela estação de metrô Universidade). Mas a história começa no Teatro Pablo Tobón Uribe, segue para a avenida La Playa, depois para a rua de pedestres de Junín, Parque Bolívar e Parque San Antonio para chegar ao Carabobo Norte. O trajeto finaliza no Jardim Botânico e no Parque Explora.
– Há instalações em parques das 16 comunas e cinco distritos (divisões administrativas da cidade).
– Além de Medellín, 14 municípios do estado de Antioquia também recebem edições especiais do Alumbrado Navideño. Eles participaram de um concurso proposto pela EPM, venceram as outras 112 cidades e ganharam a decoração como prêmio.
– Os vencedores deste ano foram: Cáceres, Carolina del Príncipe, Copacabana, Fredonia, Frontino, Gómez Plata, Guarne, Montebello, Santo Domingo, Pueblo Rico, Puerto Nare, Tarso, Titiribí e Valparaíso.
– Foram elaboradas cerca de 42 mil figuras com 31 milhões de lâmpadas LED. Além disso, há 950km de mangueiras luminosas com tecnologia LED, 370 projetores de 1000 watts e 260 projetores LED RGB.
– Os maiores elementos da edição 2016 são a casa dos protagonistas da história (26m), a árvore de Natal e os presentes instalados sobre o Monte Nutibara (24m cada), o presépio (19m) e um anjo (14m).
– A festa acontece até 9 de janeiro de 2017, das 18h30 até 0h, com entrada gratuita. O custo estimado para a instalação dos elementos é de US$ 4 milhões e cerca de 600 pessoas foram envolvidas entre o planejamento e a execução da edição 2016.

FONTE: Brasilturis
(https://novo.brasilturis.com.br/medellin-inicia-programacao-do-alumbrado-navideno/)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s