LA TROCHITA, COM A MENOR BITOLA DO MUNDO, VOLTOU A TRAFEGAR

Passeio pela região patagônica é curto, porém inesquecível e foi retomado depois de alguns anos de paralização

Quem viajou, sabe que é algo incrível, único. Para quem curte andar de trem, insuperável. Um vagão de madeira, junto à salamandra onde antigamente os passageiros utilizavam o espaço para cozinhar, com o cenário na imensidade da estepe patagônica. Vagarosamente, a locomotiva de La Trochita parte, percorrendo a região sul da província de Rio Negro.

O antigo trem que anda na menor bitola férrea estava parado há três anos, ainda assim  em charters contratados por amantes dos trens antigos. Os serviços turísticos entre Esquel e El Maitén vinham sendo cobertos por outra composição.

A viagem regular de Jacobacci a Esquel funcionou até a década de 90. Percursos que demoravam até 20 horas atravessando tempestades de neves e fortes ventos.

La Trochita voltou. Partindo de Geniero Jacobacci, no percurso original que muito antes chegava até  ao entrocamento com a Ferrocarril  e que levava a Bariloche.  A empresa estatal Trem Patagonico que administra os serviços, colocou em marcha este passeio especial que deverá ser repetido em ocasiões como a Semana Santa

A nova etapa do trem turístico realiza um percurso de 43 km. Construida em 1922, utilizando locomotivas americanas e alemãs e vagões belgas, teve sua viagem inaugural em 1945 percorrendo 400 km.

Em sua época dourada, La Trochita chegou a ter vários vagões de passageiros e de carga, um restaurante de luxo e um vagão postal. Agora, é capaz de trazer aficionados pela história ferroviária como passageiros que vieram de Buenos Aires até Bariloche e depois até o ponto inicial deste passeio unicamente para andar no antigo expresso a vapor que agora, com menos de 10 km;h faz o tempo passar pelas janelas abertas onde ingressa um forte calor e o cheiro da vegetação silvestre da Patagônia. Uma aventura que tem gosto de história.

No passeio de Ingeniero Jacobacci a Ojos de Agua são 43 km. O trem realiza duas paradas intermediárias (para abastecimento de água) e oferece almoço. O preço é 1250 pesos

http://www.trenpatagonicosa.com.ar

FONTE: TRAVEL3 / ANTONIO EURYCO

http://www.travel3.com.br/noticia.php?la-trochita–com-a-menor-bitola-do-mundo–voltou-a-trafegar-13818

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: