Gastronomia de Quito revela diversidade dos pratos

quitook

A cidade de Quito está se consolidando como destino gastronômico internacional graças a sua variada e original proposta gourmet que une os sabores tradicionais da comida equatoriana com as técnicas da cozinha contemporânea. Essa combinação resulta em pratos deliciosos, coloridos e sofisticados, apreciados no almoço ou no jantar.

A atual inspiração nasce de uma nova perspectiva para a história e tradições da cozinha equatoriana, que resgata e reinterpreta os saberes dos indígenas, agricultores e pescadores, mantendo a estrutura dos sabores ancestrais e respeitando a biodiversidade.

Na zona de Las Casas, inserido em um ambiente simples e acolhedor, encontra-se o restaurante QUITU. Inaugurado em setembro de 2016, Juan Sebastián Pérez é o chef-fundador. Pérez, depois de ter viajado cinco vezes pelo país, reuniu os sabores das comunidades agrícolas costeiras, da serra e da amazônia para criar um menu de degustação que remete à uma viagem gastronômica pelo Equador.

QUITU, que significa “centro do mundo” no idioma dos índios quitus, oriundos da zona onde se encontra hoje a capital equatoriana, oferece 12 pratos classificados por região, que mudam todos os dias de acordo com o abastecimento de produtos frescos no restaurante.

Segundo o chef, a cozinha do restaurante faz uso de “novas técnicas de cozimento em cada ingrediente”, algo que permite inovar diariamente nas receitas e realçar os sabores. Entre as diferentes opções, destacam-se o porco acompanhado de batatas e legumes e lâminas de pargo roxo marinado no maracujá-banana (fruta regional) e pimenta, acompanhado de hortaliças cozidas na brasa. Para a sobremesa, beterrabas com farinha de milho torrado, misturado com açúcar e canela e chocolate, com cacau mirtillo e  “colada morada”; cacau amazônico em mousse ou milho torrado em sorvetes.

O atendimento é personalizado e, além da comida exótica, o QUITU serve boas bebidas, especialmente aguardente de fina destilação.

No URKO, a seleção de ingredientes nativos, sazonais, orgânicos e de qualidade também é importante. O chef, Daniel Maldonado, deixa de lado os métodos tradicionais e foca na criatividade para oferecer a cada dia pratos únicos a seus clientes, “inspirados nas lembranças, lugares e perfumes mas, acima de tudo, na maravilhosa quantidade de produtos que a terra oferece”.

A palavra URKO provém do quíchua “urcu” e significa montanha. Este restaurante, localizado na rua Isabel la Católica no bairro La Floresta, define-se pela identidade equatoriana, paixão pela cozinha e responsabilidade social. Busca conectar seus clientes por meio de três pontos de encontro distintos: o bar, um espaço casual com preparações inovadoras, o menu degustação, uma experiência gastronômica da alta cozinha, e a horta urbana, onde se cultivam os brotos e flores.

O menu degustação consiste em 10 passos que representam uma viagem pelo Equador, com duração de aproximadamente duas horas, baseado em produtos específicos de cada região, como o locro andino (sopa de carne com vegetais), o paiche amazônico, o milho doce e muitas outras delícias, com acompanhamentos opcionais.

Durante a viagem gastronômica pela cidade de Quito, é indispensável uma visita ao ZAZÚ, o restaurante liderado pelo chef David Picco, que foi eleito pelo guia Lonely Planet como “o ápice da cozinha equatoriana moderna”. Ali, as diferentes variedades de ceviche e coquetéis originais preparados no bar são os protagonistas na hora de seduzir os paladares mais sofisticados.

O ZAZÚ, que além de ter obtido o título “Cinco Diamantes” pela Academia Culinária da América, apresenta seu conceito por meio de dois menus para degustação, de 5 a 7 pratos, que se renovam com frequência a partir da disponibilidade dos ingredientes, que sempre são frescos e da estação. O cardápio tradicional possui uma variedade de pratos, que inclui mariscos, pescados, porco, cordeiro, filés, cogumelos, risoto, entre outros.

Outro lugar de destaque é o THEATRUM Quito, restaurante e bar, magnificamente localizado no segundo andar do Teatro Nacional Sucre, um dos mais antigos teatros de ópera da América do Sul, com vista privilegiada para o Centro Histórico da cidade.

Decorado com elegantes cortinas vermelhas e belos candelabros, o THEATRUM dispõe de um extraordinário cardápio da cozinha gourmet equatoriana e mediterrânea, mais dois menus de degustação para deslumbrar os sentidos. Além disso, o bar oferece mais de 150 marcas de vinhos para acompanhar  os diversos pratos.

A especialidade da casa é o polvo grelhado com vegetais, folhas verdes e tomate cereja com molho pesto. O THEATRUM também foi reconhecido por publicações de prestígio internacional, como a Condé Nast Traveler e foi qualificado com “Cinco Diamantes” pela Academia Culinária da América.

A Quito Turismo te convida a viver a cultura gastronômica de Quito e a degustar seus incríveis sabores, realçados pela cordialidade de seu povo.

FONTE: BRASILTURIS /Equipe da Redação

https://novo.brasilturis.com.br/gastronomia-de-quito-revela-diversidade-cultural-do-equador/

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s