Polônia convida para conhecer seus encantos e história

Krakowskie Przedmieÿcie_street

Varsóvia

A Polônia é um país de diversidade cultural e diferentes paisagens com numerosas atrações turísticas. Aqui se pode encontrar de tudo: montanhas, praias extensas, lagos limpos, florestas abundantes, monumentos de classe mundial, ricas culinárias assim como o povo amigável e hospitalário. Segundo os dados da World Tourist Organization (UNTWO), a Polônia ocupa o 18º lugar no mundo e o 10º lugar na Europa no ranking dos países mais visitados pelos turistas. Em novembro de 2015 a Lonely Planet incluiu a Polônia no grupo de dez países do mundo e apenas dois da Europa a que foi concedido o título “Best in Travel 2016”.

ENCONTROS COM A HISTÓRIA

Todas as cidades polonesas têm suas histórias únicas. Varsóvia é uma cidade plena de vida e cosmopolita. A capital polonesa é uma mistura de prédios antigos, da época socialista e modernos. Os pontos obrigatórios na visita à cidade são um passeio ao longo de Trakt Królewski (Rota dos Reis) que une antigas residências reais. Se estende do Castelo Real, através de Łazienki Królewskie – um parque com a sede do último rei da Polônia, até ao Palácio de Wilanów em que residiu o rei Jan III Sobieski.

Para passeios convidam também as ruas românticas da Cidade Antiga que foi inscrita na Lista do Patrimônio Mundial da Unesco. Os museus interativos ajudam a compreender a história da cidade. O Museu do Levantamento de Varsóvia é dedicado ao evento que teve um grande impacto na imagem atual da capital. O Museu dos Judeus Poloneses POLIN (Museu Europeu do Ano de 2016) apresenta 1000 anos da história dos judeus poloneses.

Varsóvia é também uma cidade verde. Por mais da metade do ano os boulevards modernos situados na margem do rio Vístula, clubes, cafés e bares vibram com as praias arenosas ao alcance da mão. No verão na cidade se realizam vários concertos ao ar livre. Os concertos gratuitos da música de Chopin realizados no verão no parque de Łazienki Królewskie gozam de uma grande popularidade.

A capital seduz também com uma rica oferta de culinárias. São muito populares os restaurantes que servem a comida polonesa interpretada individualmente pelos melhores chefes. Dois restaurantes prestigiosos, ou seja, Atelier Amaro e Senses foram distinguidos por uma Estrela da Michelin. Num moderno pavilhão Hala Koszyki há 18 restaurantes com as cozinhas de todo o mundo.

Cracóvia, por sua vez, é a antiga sede dos reis poloneses. A Cidade Antiga de Cracóvia reúne obras de arte excecionais, lembranças históricas e monumentos que representam quase todos os estilos arquitetônicos. O coração da cidade é há séculos o Mercado Principal – uma das maiores praças urbanas da Europa Medieval, preservado inalterado desde 1257 e inscrito na primeira lista do Patrimônio Mundial da Unesco. Há 600 anos, da Torre da Igreja da Nossa Senhora, se ouve um toque de trompete tocado em quatro direções do mundo. Sukiennice, ou seja, um pavilhão mercantil medieval situado a meio do Mercado, é um dos monumentos poloneses mais reconhecidos.

Horse carriages at main square in Krakow in a summer day, Poland

Cracóvia

Para além dos monumentos da Cidade Antiga, vale a pena visitar o bairro intrigante de Kazimierz – um sítio onde por vários séculos coexistiam duas culturas – polonesa e judaica. Hoje é um espaço repleto de monumentos de judaísmo de importância mundial, mas, sobretudo zona cheia de vida onde se realizam mercados de antiguidades e obras de arte, e em restaurantes e pubs com um ambiente peculiar se pode ouvir a música ao vivo. O bairro de Nova Huta contínua surpreendendo com sua monumentalidade e simetria excecional, sendo a realização mais interessante e mais plena dos desenhos dos arquitetos da época socialista.

Wrocław é diversidade – de pessoas, arquitetura, confissões, estilos de vida e eventos. É uma cidade na qual se vive conforme a regra de work-life balance. Em 2016 Wrocław foi a Capital Europeia da Cultura de 2016. O mercado fantástico e os boulevards que se estendem ao longo das margens do rio Oder convidam aos passeios tanto de dia como à noite. Sua situação em 12 ilhas espalhadas no segundo maior rio da Polônia e seus afluentes faz com que Wrocław seja muitas vezes chamado de Veneza do Norte.

Os amantes da arquitetura e da arte sacral podem encontrar aqui muitos edifícios e obras interessantes em Ostrów Tumski. Estando em Wrocław é indispensável visitar o pavilhão Hala Stulecia inscrita na lista da Unesco e o contíguo Jardim Japonês, bem como os monumentos dos mais pequenos habitantes da cidade – anões (mais de 300 figurinhas). Hala Stulecia foi construída no início do século 20, sendo o primeiro edifício feito totalmente de betão armado e tendo a maior cúpula. A cidade hospeda igualmente eventos desportivos. Neste ano é anfitriã dos Jogos Mundiais (The World Games 2017).

Outra cidade que merce destaque é Gdańsk, situada a norte de Varsóvia. Tem mais de mil anos, muitos monumentos, praias, museus modernos, e culinária regional excecional. Em 2016 a capital da região de Pomerânia se encontrou na compilação das cem cidades mais visitadas da Europa. Juntamente com as cidades vizinhas, Sopot e Gdynia, cria a Tricidade excecional na escala europeia. O centro histórico da cidade está repleto de lojas, restaurantes, pubs e oficinas de âmbar, sendo Gdańsk a capital mundial de âmbar. Todos os prédios situados na Cidade Antiga são execionais, não havendo dois com a igual fachada ou acabamento.

Mas Gdańsk não é só a história, é também a modernidade. Nos terrenos do antigo estaleiro Stocznia Gdańska se encontra o Centro Europeu de Solidarność. Este museu interativo mostra o caminho da Polônia rumo à queda do regime comunista. De Gdańsk a Sopot, uma estância balnear que é também o centro de entretenimento da Tricidade, não é muito longe. A numerosidade de locais de diversão e clubes permite se divertir até ao amanhecer. Gdynia por sua vez, é uma cidade portuária moderna. Nos anos vinte e trinta do século passado saíam daqui grandes navios de passageiros que chegavam aos portos nos Estados Unidos ou Brasil depois de uns dias.

LUGARES ÚNICOS

Na vizinhança da Tricidade, em Malbork, se encontra uma fortificação – mosteiro do século 13 inscrita na lista do Patrimônio Mundial da Unesco. É um dos exemplos de um castelo medieval de tijolo mais conhecidos da Europa. O castelo está aberto para visitantes e na época de verão no seu terreno se realizam recriações históricas.

Nas proximidades de Cracóvia, em Wieliczka e Bochnia, se encontram as Minas de Sal Reais inscritas na lista do Patrimônio Mundial da Unesco. A Mina de Sal de Wieliczka tem mais de 700 anos de história. No entanto, sua maior atração é a galeria subterrânea – museu criado pela natureza e pelos mineiros de Wieliczka. Os cristais de sal, câmaras, capelas e esculturas, tudo tem formas requintadas. Há também um SPA subterrâneo.

SONY DSC

Wieliczka

Os Grandes Lagos da Masúria são constituídos por quarenta e cinco lagos. Os maiores lagos, Śniardwy e Mamry, têm a superfície de mais de 100 km2. Esta parte da Polônia é um dos últimos lugares da Europa que se destaca pela natureza selvagem e uma paisagem excecionalmente valiosa. Os lagos da Masúria são um paraíso para iates e veleiros.
A visita ao parque natural Puszcza Białowieska é uma verdadeira viagem no tempo. É aqui onde se preservam as últimas partes da floresta primária e onde vive livremente a maior população do bisonte-europeu do mundo.

FOLCLORE

A Polônia é abundante em lugares em que se conservaram tradições nacionais e em que o artesanato popular contínua se desenvolvendo. Os trajes coloridos da região de Łowicz, as casas rurais pintadas de Zalipie cerca de Tarnów, assim como as casas montanhesas monumentais de Chochołów são apenas uma parte do rico folclore polonês.

Lowicz_Boze_Cialo_TP_1978_20100409

Trajes coloridos da região de Łowicz

CULINÁRIA

Tudo o que se pode comer hoje na Polônia resulta de vários anos de penetração mútua de cozinhas regionais e de culinárias de minorias residentes na Polônia. Nossa cozinha nacional é uma mistura deliciosa da tradição nobre e rústica. Na cozinha polonesa há muitos “frutos” de floresta, cereais, peixes, legumes e sobremesas deliciosas. A nossa especialidade é uma grande escolha de excelentes sopas e legumes fermentados. Um dos símbolos da cozinha polonesa é o pepino fermentado.

Muito populares na Polônia são pierogi (pastéis de massa cozidos) com vários tipos de recheios: batatas e requeijão, carne ou couve e cogumelos. Hoje me dia, os jovens chefes de cozinha juntam tradições ricas de vários séculos da cozinha polonesa às tendências culinárias modernas, criando sabores inesquecíveis. Escolhem os melhores produtos poloneses oriundos de regiões ecológicas e processados com recurso a métodos tradicionais.

TURISMO

Małopolska (Pequena Polônia) é uma das regiões polonesas mais atraentes turisticamente. Encontra-se a sul da Polônia, sendo rodeada de cadeias de montanhas. Seu coração é a cidade de Cracóvia, a antiga capital da Polônia e o berço da cultura polonesa. Os monumentos únicos, numerosos festivais e eventos culturais da Małopolska são ímanes que atraem turistas do país e do estrangeiro. Małopolska pode gabar-se de paisagens pitorescas e de uma riqueza excecional da natureza, sendo 6 parques naturais a prova disto. É graças a estas condições naturais que favorecem à saúde, as estâncias termais da região gozam de um grande interesse, oferecendo também cuidados médicos de elevada qualidade e SPAs de luxo.

SONY DSC

Małopolska

A grande vantagem de Małopolska é uma excelente cozinha, as ricas tradições folcóricas e a amabilidade e hospitalidade dos seus habitantes. Nos restaurantes regionais do tipo rural podem ser provadas guloseimas locais, assim como ouvida a música tradicional. Os turistas vêm à Baixa Silésia não só para ver castelos fantásticos ou palácios bonitos, mas também para contemplar uma rica e ainda pouco explorada natureza.

Um dos pontos de visita obrigatórios para os que procuram segredos históricos e um verdadeiro ambiente de castelo é o impressionate castelo de Książ, um dos maiores castelos não só da Polónia, mas também da Europa. A região é orgulhosa dos monumentos da Unesco, ou seja, as Igrejas da Paz de Świdnica e Jawor construídas sem pregos, tijolos ou pedras na segunda metade do século 17.

As regiões de Małopolska e Baixa Silésia oferecem muitas atrações a turistas que procuram descanso ativo: no verão caminhada nas montanhas e pistas de esqui no inverno que dão a oportunidade de contemplar paisagens de neve fabulosas.

Zamek Książ – zespół rezydencjalny znajdujący się w Wałbrzychu w dzielnicy Książ, na terenie Książańskiego Parku Krajobrazowego. Szlak Zamków Piastowskich. Obejmuje trzeci co do wielkości zamek w Polsce (po zamku w Malborku i Zamku Królewskim na Wawelu) woj. dolnośląskie, pow. wałbrzyski, gm. Wałbrzych

Baixa Silésia

Hala Stulecia construída no início do século 20 por Max Berg desempenhava o papel de um centro cultural e de entretenimento para a cidade daquela altura. Foi o primeiro edifício feito totalmente de betão armado e com uma cúpula tão grande. Hoje se realizam nela eventos culturais, empresariais e desportivos. Hospeda também conhecidas estrelas de música, dança, teatro, política e desporto. Os terrenos contíguos são ideias para passear e relaxar-se à sombra de árvores antigas.

SERVIÇOS

Graças a numerosas ligações aéreas é fácil chegar às principais cidades da Polônia. Aos aeroportos modernos de Varsóvia, Cracóvia ou Gdańsk chegam todos os dias dezenas de aviões de várias partes da Europa. A Polônia dispõe de uma rica infraestrutura hoteleira (redes hoteleiras internacionais, marcas polonesas, hotéis do tipo boutique), assim como de uma rica oferta gastronómica, comercial e de entretenimento. Nos finais de 2017 será aberto o primeiro hotel da Ruffles da Polônia.

As lojas seduzem com preços aliciantes e uma rica oferta. As cidades polonesas oferecem serviços variados de elevada qualidade – a partir da medicina estética, passando por uma rica oferta de shoppings até extensos serviços de SPA e wellness. Os poloneses são simpáticos, abertos e alegres. Gostam muito do Brasil e dos brasileiros, bem como da sua música e cultura. Durante o ano todo se realizam muitos festivais da cultura brasileira. Na Polônia vive uma grande comunidade brasileira que está crescendo continuamente.

Para saber mais: www.polonia.travel.

FONTE: MERCADO E EVENTOS /

http://www.mercadoeeventos.com.br/_destaque_/slideshow/polonia-convida-para-conhecer-seus-encantos-e-historia/

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s