15 destinos que você precisa conhecer antes dos 30 anos

Conforme o tempo vai passando e a idade vai chegando, os adeptos a viagens de aventura e descobrimento costumam diminuir: enquanto antes o cliente buscava lugares novos para conhecer e se aventurar sem gastar tanto dinheiro, não se importando tanto com os lugares onde ia dormir, com o avanço da idade inevitavelmente passa a se tornar prioridade no checklist do viajante os aspectos conforto, praticidade e luxo.

Mas a beleza de se viajar enquanto ainda é jovem está na aventura, nos perrengues, no estar quebrado e mesmo assim ganhar em experiências e histórias para a vida, quando ainda vale mais gastar energia e esforço do que dinheiro.

E quais são os lugares que valem a pena viajar quando ainda jovem? O site norte americano Thrillist realizou essa pergunta a uma série de viajantes, buscando definir destinos que devem ser aproveitados antes que a idade te alcance.

Confira abaixo uma lista de 15 cidades devem ser visitados antes dos icônicos 30 anos de vida, indicadas por viajantes, para viajantes:

HANOI, VIETNÃ

Flickr.com/namho

“Um paraíso para mochileiros”, define Jackie Bryant, colaborador do Thrillist. A capital vietnamita, com arquitetura francesa clássica, é recheada de backpackers e hostels com bares e casas noturnas, que costumam ficar de forma clandestina até muito além do horário de fechamento definido pelo governo (meia-noite).

NASHVILLE, TENNESSEE

Pixabay/Domínio Público

Conhecida como a Music City (Cidade da Música), Nashville é merecedora de seu apelido, pelo menos para Brooke Sager, contribuinte do site: segundo ela, a cidade “pulsa música”, e sempre há festivais e eventos de rock acontecendo em algum lugar. Além disso, há diversas lugares para comprar roupas e produtos vintage, e o bairro Printer Alley, repleto de bares, é mais uma opção para jovens mochileiros.

LAGOS, PORTUGAL

Wikicommons/Lacobrigo

Localizada há três horas de carro ao sul de Lisboa, a vila litorânea de Lagos, com cerca de 30 mil habitantes, pode surpreender os visitantes despretensiosos: para a colaboradora Shylie Rimmer, a pequena cidade é marcada pelos seus inúmeros e agitados bares, além de possuir belas praias para serem aproveitadas durante o dia.

HAVANA, CUBA

A colaboradora Hannah Freedman é quem conta um pouco sobre a capital cubana, e segundo ela, os próprios moradores da cidade afirmam: “Vá para Havana antes que os turistas a arruínem”. Além da bela arquitetura e dos deliciosos bares e restaurantes de Havana, Hanna destaca o preço ainda baixo do local: com US$ 300 você passa um fim de semana tranquilamente. E segundo ela, pegar carona é o jeito mais econômico de se locomover: com US$ 2 qualquer motorista cubano aceitará te dar uma carona para qualquer lugar.

VANG VIENG, LAOS

Flickr/Prince Roy

Situado no rio Nam Song, no Laos, Vang Vieng está rodeado por lagoas e montanhas de calcário. Mas segundo o colaborador Shylie Rimmer, a graça mesmo do lugar é o jogo bar-hopping, algo como um teste em que deve-se visitar o maior número de bares que conseguir (são 10 na cidade) e experimentar as bebidas de cada um. E o valor também é trunfo: os chamados Buckets, misturas de bebidas e coquetéis em pequenos baldes para várias pessoas, custam por volta de US$ 1 dólar.

SÃO FRANCISCO, CALIFÓRNIA

Rich Niewiroski Jr.

Mantendo-se um “playground para mentes inovadoras”, segundo a colaboradora Andrea Kasprzak, São Francisco está cheia de opções para longas caminhadas e aventuras durante o dia: passear nos belos parques e praias, inclusive com uma caminhada no Golden Gate Park, são as dicas de Andrea.

KOH PHANGAN, TAILÂNDIA

Wikicommons/Per Meistrup

Considerada a “capital da festa” na Tailândia, pela colaboradora Barbara Wollsey, a ilha de Ko Phangan é famosa não apenas pelas suas praias e locais ideais para mergulho, mas também para sua noite agitada. Uma de suas mais famosas festas, que ocorre mensalmente, é a Full Moon Party, ou a festa da lua cheia: com pinturas do corpo e luzes neón colorindo a noite, segundo Barbara o festival é um dos principais eventos procurados por jovens do mundo todo para curtir a noite tailandesa.

MANCHESTER, INGLATERRA

Wikicommons/Mark Andrew

Vista como uma “alternativa barata, mais agitada e mais alegre” que Londres pelo colaborador Bruce Northam, Manchester é conhecida pela sua grande variedade dos famosos pubs ingleses. Para Northam, a cidade “musical, acessível e esportiva” convida todos a apreciarem suas noites regadas a cerveja, pop e rock.

PRAGA, REPÚBLICA TCHECA

Dreamstime

A cidade dos “Contos de Fadas, como é chamada pelo editor do Thrillist, Keller Powell, é recheada de pontes, ruas de paralelepípedos e praças onde tendas e pequenos mercados vendem os típicos vinho quente e salsichas. Rodar a cidade por entre seus vários museus e castelos góticos é a dica de Powell, além de curtir a noite em casas noturnas subterrâneas, comuns na cidade.

PITTSBURGH, PENSILVÂNIA

Ronald C. Yochum Jr.

A cidade com “maior concentração de bares e cervejas baratas” nos EUA, segundo o colaborador Tim Ebner, vale a visita de jovens que curtem a noite: segundo ele, com poucos dólares você consegue comprar a “melhor noite do seu ano” na cidade norte americana.

CIDADE DO CABO, ÁFRICA DO SUL

As dicas da colaboradora Barbara Woolsey na cidade sul-africana são uma visita ao Cabo Winelands, para um dia épico de vinho e degustações, ou a festa Mzoli, que todos os domingos reúnem churrasco, boas bebidas e renomados DJs.

DENVER, COLORADO

Flickr/PROLarry Johnson

Além da arquitetura histórica vitoriana, Denver é lembrado pelo colaborador Bruce Northam por ter mantido seu clássico estilo do velho oeste. A dica é curtir os variados restaurantes e bares do lugar.

IOS, GRÉCIA

Flickr/Titanas

“Uma ilha paradisíaca alimentada por licor, sol e más escolhas”. Assim a ilha de Ios é definida pelo colaborador Shylie Rimmer: além de lindas praias cercada por um mar azul brilhante, segundo Rimmer o local tem uma grande variedade de bares, tornando-o ideal para jovens que queiram curtir uma noite no paraíso. A dica é curtir uma festa nos passeios de barco: a combinação de mar, sol, bebidas e saltos de penhascos pode ser exaustiva, mas promete ser uma aventura inesquecível.

SLAB CITY, CALIFÓRNIA

Flickr/Domínio Público

Localizada no deserto da Califórnia, a Slab City promete ser uma aventura desafiadora: segundo a colaboradora Vivian Kane, a maioria das pessoas que vivem ou vão à cidade vivem em trailers ou barracas, muitas vezes sem eletricidade, água ou sistema de esgoto. Segundo ela, não existem endereços formalmente no lugar, então cada morador escolhe o nome do lugar que vive. “Visite ainda jovem”, é a dica de Vivian, e aproveite a arte do lugar, que possui uma série de esculturas e grafites.

BARCELONA, ESPANHA

Divulgação Booking.com

“Se Nova York é a cidade que nunca dorme, Barcelona é a cidade que nem ao menos sabe o que é dormir”. A frase de Hanna Freedman traz um pouco de sua visão sobre a cidade da Catalunha: segundo ela, em Barcelona é comum jantar às 10 da noite, e começar a curtir os bares realmente só a partir da meia noite, madrugada a dentro. No diurno pode-se curtir também as belezas culturais e arquitetônicas da cidade, como o Templo da Sagrada Família e o belo Parque Güell.

FONTE: PANROTAS DESTINOS / Leonardo Ramos

http://www.panrotas.com.br/destinos/destinos/2017/05/15-destinos-que-voce-precisa-conhecer-antes-dos-30-anos_146315.html?lista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s