Estudo mostra que cruzeiros estão mais baratos em 2017

Divulgação

Regent Seven Seas apareceu como destaque em baixa de preços

Regent Seven Seas apareceu como destaque em baixa de preços

 

“Nosso estudo mostra que há boas ofertas a serem exploradas em cruzeiros de verão neste ano. Mesmo que algumas empresas estejam aumentando preços, há outras reduzindo. Este deve ser um bom ano para utilizar ferramentas on-line para encontrar baixas nos valores praticados”, avalia a fundadora do Cruise Watch, Britta Bernhard. Para realizar o levantamento, a Cruise Watch comparou o preço de embarcações que fizeram rotas entre maio e setembro de 2016 e as projetadas para o mesmo período em 2017. No ano passado, foram 4,3 mil cruzeiros estudados, enquanto que para este ano leva-se em conta 4,8 mil saídas.

Cruise Watch

Cabines interiores
Este tipo de cabine apresenta uma tendência de manutenção de preços. Isso vale para a média, já que olhando para empresas de forma específica, é possível notar grandes discrepâncias. As três armadoras com maiores quedas de preço foram Celebrity Cruises (-13%), Holland America (-10%) e Princess Cruises (-10%). Por outro lado, Azamara (+24%), Costa (+22%) e Disney (+11%) foram as que tiveram maiores aumentos.

Cabines com vista para o mar
Esta foi a categoria com a maior taxa de queda dentre as analisadas, com média geral de baixa em 7%. As que mais diminuíram os preços foram a Regent Seven Seas (-26%), Holland America (-16%) e Royal Caribbean (-10%). Na outra ponta, as recordistas de aumento foram Norwegian Cruise Line (27%), Costa (24%) e Azamara (19%).

Cabines com varanda
Em média, as cabines neste verão custarão US$ 336 (queda se comparado aos US$ 358 de 2016). Aqui, as armadoras com maior baixa foram Holland America (-20%), Regente Seven Seas (-20%) e Royal Caribbean (-15%). Os maiores aumentos ficaram com Azamara (33%), Costa (18%) e NCL (16%).

Suítes
Apesar da manutenção de muitos valores, “Suítes” foi a única categoria a apresentar aumentos quando analisado o mercado como um todo. Diante da limitada oferta e vasta diferença entre cabines, a Cruise Watch não dá resultados percentuais como nas categorias anteriores. No entanto, o levantamento mostra que as maiores quedas de preço vieram da Regente Seven Seas, MSC Cruises e Holland America; enquanto que os maiores acréscimos foram promovidos pela Viking, Azamara e Crystal Cruises.

FONTE: PANROTAS / Renato Machado

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s