Trem de luxo nos Andes: conheça as principais atrações

Divulgação/Belmond

A locomotiva faz uma viagem por importantes destinos andinos

A locomotiva faz uma viagem por importantes destinos andinos

Já é sabido que os trens de luxo não são uma exclusividade europeia, e para conhecer conhecer importantes destinos andinos uma oportunidade luxuosa é oferecida pelo Belmond Andean Explorer. O veículo percorrerá uma das maiores rotas ferroviárias do planeta, saindo de Cusco para o Lago Titicaca e Arequipa, no Peru, e, ao longo do caminho, explorará antigas construções incas.

A viagem é feita a três mil metros acima do mar e, a seguir, confira as principais atrações da locomotiva.

O TREM

Divulgação/Belmond

A própria locomotiva é uma importante atração. Parte de uma antiga linha de luxo australiana, o trem passou uma reforma da cabeça aos pés e oferece aos passageiros quatro tipos de cabine – Deluxe Double Bed Cabin, Junior, Double Bed Cabin, Twin Bed Cabin ou Bunk Bed Cabin –, com diferentes opções de cama, banheiro e chuveiro.

As acomodações são decoradas com tecidos peruanos feitos à mão, em tons macios da lã de alpaca. Para aumentar ainda mais a sensação de exclusividade, o veículo transporta apenas 48 pessoas.

CÂNION DO COLCA

Wikicommons / Samar

Um dos caminhos percorridos pela locomotiva é o Cânion do Colca, considerado o segundo maior desfiladeiro do mundo com uma profundidade duas vezes maior que o Grand Canyon, nos Estados Unidos.

LAGO TITICACA

Flickr / Pedro Szekely

Situado ente o Peru e a Bolívia, o lago Titicaca é um importante símbolo místico para os povos que vivem em sua região. Tanto do lado peruano quanto do boliviano, há sítios arqueológicos para conhecer as tradições e culturas típicas do local. Para muitos visitantes, o local também é atrativo para a observação de estrelas.

ILHAS FLUTUANTES

Dreamstime

Também chamada de ilha dos Uros, em referência à população pré-colombiana que ainda habita o local, é um dos principais atrativos em Puno. As ilhas artificiais são feitas com totoras, semelhante a planta junco, e exige uma manutenção constante. Ao todo, são quase 90 ilhas espalhadas que reúnem cerca de 300 famílias.

LA RAYA

Flickr / Tobias Mandt

Cerca de quatro mil metros acima do nível do mar, a cadeia de montanhas marca a fronteira entre Cusco e Puno, no Peru. O caminho percorrido passa por trechos poucos explorado que eram usado pelos incas — sobretudo como rotas alternativas em períodos de guerra.

CUSCO

Wikicommons / Sascha Grabow

A antiga capital dos incas ainda guarda muito de sua antiga arquitetura, esculpidas, sobretudo, em calcário e outras pedras irregulares. Situada a quase quatro mil metros acima do nível do mar, é possível visitar antigos sítios arqueológicos além de museus. Além disso, do passado inca, o mais imponente legado são as ruínas da fortaleza de Sacsayhuamán e o Inti Raymi, o Festival do Sol, uma celebração no solstício de inverno, comemorado em 24 de junho.

MACHU PICCHU

Pixabay

Cusco também é porta de entrada para o destino mais visitado do Peru, a cidade pré-colombiana de Machu Picchu. Construída sob um planalto na floresta amazônica, sua arquitetura é composta sobretudo por calcário. O sítio arqueológico foi declarado Patrimônio Mundial da Humanidade em 1983.

*Fonte: CNN Travel

conteúdo original: http://cnn.it/2qKbcCo

FONTE: PANROTAS /  Janize Colaço

http://www.panrotas.com.br/destinos/destinos/2017/06/trem-de-luxo-nos-andes-conheca-as-principais-atracoes_147096.html?lista

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s