NA REGIÃO SUL DA TOSCANA, A ‘CIDADE DO AMOR’

Pienza, em cenário de Romeu e Julieta, tem o estilo romântico próprio para a consagração dos casais e os nomes de ruas falam bem

Que tal passear de mãos dadas entre ruas que mais parecem labirintos e becos com mais mistérios do que se possa imaginar…? Circular pela Via del Bacio (a rua do Beijo), a Via dell’ Amore, a della Fortuna, da Via della Rosa.…? Em tudo, um ambiente romântico, cumplice a dois. Afinal, no Brasil é o ‘Dia dos Namorados’, então vamos para uma ‘Cidade do Amor’.

Pois assim é a pequena Pienza, na bela região sul da Toscana, cidade cenário próximo de Romeu e Julieta que o cineasta Franco Zefirelli tão bem produziu baseado na obra de Shakespeare.  Ah, outro filme famoso, ‘O Paciente Ingles’ também foi rodado ali

Pequena, charmosa, insinuante…inesquecível.  Pienza  está na Toscana, na Provincia de Siena. Em 1996 o seu centro histórico foi inscrito como Patrimônio Mundial da UNESCO pela importância arquitetônica. Mas é muito mais que isso.

A história de Pienza é intimamente ligada ao seu fundador: Eneas Silvio Piccolomini, ou melhor o Papa Pio II, que  ali nasceu no ano de 1405. Os pais de Pio II, eram membros de uma nobre familía de Siena e por motivos políticos foram confinados na pequena cidade que naquela época se chamava Corsignano.

O Papa  transformou o pequeno povoado onde nasceu em uma cidade chamada de Pienza, em homenagem ao nome que foi escolhido para o seu papado,  um centro urbano  digno e em perfeito contraste com as outras cidades como Siena por exemplo,  que tinham injustamente marginalizado a sua família.

Os princípios de construção e filosofia  da época  que surgia com tantas promessas inspiraradas no Renascimento italiano fizeram de Pienza, em apenas tres anos 1459/1462, a Cidade Ideal, que nasceu a partir de um pensamento de Amor e um sonho de Beleza..

Até onde chegaria Pienza, se o Papa não tivesse morrido prematuramente, na véspera de uma cruzada contra os muçulmanos, em  agosto de 1464 ?  Andando vagarosamente por entre suas vielas e deixando o pensamento viajar, podemos ter as mais diversas insinuações. Enquanto isso, estaremos passando pelo Duomo, de arquitetura renascentista externa e na parte interna elementos góticos. O Palázzo Piccolomini, residencia dos descentes do Papa Pio II até o ano de 1968. Os comodos são abertos ao público inclui o quarto e a biblioteca do Papa Pio II, nos quais são visíveis os seus objetos pessoais.

Seguimos até a Pieve di Corsignano, igreja onde o Papa foi batizado. Ela possui uma curiosa torre redonda e um portal decorado com motivos floreais.

Os sentidos certamente vão logo identificar.   Pienza é muito famosa pela produção do pecorino o  queijo feito com leite de ovelha pasteurizado. Não há como não provar!

E dali estamos bem proximos de outras pequenas e singelas cidades – Pina, Siena, Montepulciano, San Quirico, Lucignano, onde está a ‘Árvore do Amor’- que fazem o tempo parar, e que giram em torno do renascentismo de Florença, a principal da região onde Pienza, do alto da colina, tem o seu encanto todo especial e particular.

FONTE: TRAVEL3 / ANTONIO EURYCO

http://www.travel3.com.br/noticia.php?na-regiao-sul-da-toscana–a—-cidade-do-amor—-15133

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s