Porto de Galinhas tem ocupação de 66% no 1S17

 

O presidente do Porto de Galinhas CVB, Otaviano Maroja, frisou a importância de se participar dos eventos turísticos, como a Abav Expo

A ocupação da rede hoteleira de Porto de Galinhas se manteve estável no primeiro semestre de 2017, apresentando um índice de 66% entre janeiro e junho, ficando um ponto percentual abaixo do índice registrado nos seis primeiros meses de 2016, de acordo com o levantamento do Porto de Galinhas Convention & Visitors Bureau. Em julho a taxa foi de 70% contra 69,5% do mesmo mês do ano anterior.

De acordo com o presidente do conselho do Porto de Galinhas CVB, Otaviano Maroja, os índices estável e sem crescimento se deve a alta concorrência com demais CVBs e entidades do Brasil e, especialmente, do Caribe. “A concorrência hoje é muito forte. Além de concorremos com outros destinos fortes do Nordeste, hoje em dia precisamos lidar com a disputa mais acirrada com os destinos estrangeiros, que foram beneficiados com a recente queda do dólar, e isso exige um esforço e um investimento muito maiores para fazermos frente e alcançar patamares maiores”, comentou.

Otaviano, porém, ressaltou que ações estão sendo tomadas para continuar divulgando Porto de Galinhas em diferentes estados, principalmente da região Sul e Sudeste, e na América do Sul. “Estamos participando cada vez mais de congressos de viagens de negócios, além de estarmos focando em capacitações para os agentes das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, que são os maiores emissores nacionais, e também na participação de eventos na América do Sul, para captar mais viajantes argentinos e uruguaios, que compõem 20% do fluxo turístico em Porto de Galinhas”, ressaltou.

De acordo com o executivo, um dos principais ativos para atrair turistas, é a captação de novos voos internacionais que está sendo feita em parceira com o governo do estado de Pernambuco, que já trouxe rotas internacionais diretas para o estado. “Recentemente foram captados voos diretos vindos de Munique, Montevidéu e Buenos Aires, o que não apenas ajuda no transporte dos viajantes que optam pela rota, mas gera a curiosidade de outros que começam a pesquisar sobre Porto de Galinhas”, frisou Otaviano.

O presidente do CVB frisou ainda que espera uma alta nos índices gerais de ocupação para a segunda metade de 2017. “Esperamos chegar a 70% nos índices de ocupação para o segundo semestre, com uma alta de pelo menos 5% no número de argentinos que visitam Porto de Galinhas, focando nos principais públicos emissores como Argentina, Uruguai, Paraguai, São Paulo, Minas Gerais, Paraná, entre outros”, concluiu.

 

Fonte: Leonardo Neves, http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/destinos/porto-de-galinhas-tem-ocupacao-de-66-no-1s17/

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s