Governo decide não incluir Congonhas em pacote de concessões

 

Sob pressão, Temer excluiu Congonhas de seu decreto afim de agradar os deputados do PR na Câmara, deixando de arrecadar quase R$ 5,6 bilhões

O Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, ficou de fora da lista de 13 aeroportos do país que foram incluídos no programa de desestatização do Governo Federal e que passaria a administração do terminal aéreo paulistano para a iniciativa privada. Conforme já noticiado pelo M&E, a decisão foi tomada pelo presidente, Michel Temer, para obter mais votos favoráveis na Câmara por parte dos deputados do Partido da República (PR), que comanda a pasta de Transportes.

De acordo com o decreto presidencial, publicado nesta quarta-feira (24/10) no Diário Oficial da União, os aeroportos que serão leiloados serão os das cidades de Vitória (ES), Recife (PE), Aracajú (SE), Maceió (AL), Macaé (RJ), Juazeiro do Norte (CE), Campina Grande (PB), Várzea Grande (PB), Várzea Grande (MT), Rondonópolis (MT), Sinop (MT), Alta Floresta (MT) e Barra do Garças (MT). As concessões dos aeroportos incluídos poderá ser feita individualmente ou em blocos, sendo repartida em mais de uma empresa interessada.

 

Fonte: Leonardo Neves, http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/aeroporto-de-congonhas-nao-sera-privatizado-veja/

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s