Conheça três localidades no Uruguai quase inexploradas por brasileiros

Rio Negro: paisagem industrial de fray bentos/panoramica Anglo Fuente

Montevidéu, Punta Del Este e Colônia Del Sacramento: localidades mais que carimbadas nos passaportes de muitos brasileiros, que não sabem que o Uruguai tem uma gama de destinos pouco explorados, variando de reservas naturais, patrimônios históricos culturais da humanidade tombados pela UNESCO a destinos místicos.

Conheça três joias escondidas quase inexploradas, que não devem passar em branco.

 

Lavalleja

A capital, Minas, está a apenas 122 km de Montevidéu. O departamento de Lavalleja, pouquíssimo visitado pelos brasileiros, abriga uma das maiores riquezas naturais do país, e é o berço da história uruguaia. Ali nasceu Artígas – herói nacional.

É por excelência o lugar das serras uruguaias que mais cativa a população local e aos turistas. Possui intensidade energética, misticismo e natureza. Destacam-se o “Cerro Arequita” e o “Cerro do Verdún” – que recebe a imagem da Virgem Maria visitada por milhares de pessoas. E aos pés do monte pode-se acampar com tranquilidade e paz.

No “Cerro Artigas” está a estátua de 18 metros do herói nacional José Gervasio Artígas, feita pelo escultor José Belloni e seu filho Stelio Belloni. Próximo a capital do departamento, estão o Parador Salus e a fonte do Puma, localidades com caminhos totalmente arborizados entre as serras de Minas que merecem a visita.

Na região, os passeios mais famosos são o Salto del Penitente, o Hilo de la Vida com importantes formações geológicas, além do Templo Budista – que funciona somente com visitas agendadas previamente -.

 

Paysandú

A capital, Paysandú, está a 379 km de Montevidéu. O departamento de mesmo nome é quase inexplorado por brasileiros, está à beira do Rio Uruguai, zona muito característica pelas termas naturais, praias e florestas densas – ideais para esportes de aventura e náuticos.

A capital, conhecida como “La Heroica”, foi decretada pelo general Artígas a cidade das Províncias Unidas Del Río de la Plata frente ao Rio Uruguai. Possui grandes obras arquitetônicas e um rico patrimônio histórico, incluindo a primeira ponte a unir o Uruguai e Argentina chamada de ponte Paysandú-Colón. O município é completo pela soma das atividades produtivas, riquezas históricas, culturais e naturais. As principais atrações turísticas são a Meseta de Artígas – maior monumento em homenagem ao herói nacional, local onde está o busto do libertador pátrio, as Termas de Guaviyu e de Almirón, além da reserva florestal Montes del Queguay – parte de um dos mais importantes e belos trajetos turísticos uruguaio, o “Corredor de Los Pájaros Pintados”.

O visitante encontrará enormes áreas verdes, lugares recreativos e serviços turísticos, próprios de um local preparado para receber seus visitantes com toda pompa e circunstância.

http://www.descubripaysandu.com.uy/

 

Rio Negro

Localizado a 379 km da capital uruguaia, o departamento de Rio Negro tem uma grande oferta turística. Nos últimos anos incorporou o turismo industrial, alternativa inovadora aplicada atualmente no setor frequentemente no mundo todo.

Rio Negro, além do turismo industrial, é ideal para o turismo de aventura, já que possui ilhas em estado quase selvagens, de zonas úmidas, fauna e flora espetaculares com diversidade e beleza incomparável, perfeitas para o ambiente de camping. Seus pontos altos são:

– A Paisagem Industrial de Fray Bentos: em 1863 se instalou o frigorífico – Liebig Extract of Meat Co., o antigo empreendimento causou uma revolução na região industrialmente mantendo seu apogeu no departamento até os anos 50. Após essa data passou por uma grave escassez, findando as suas atividades por definitivo. Em fevereiro de 2010 foi tombado pela UNESCO como Patrimônio Histórico Cultural da Humanidade;

– Balneário de las Canãs: o nome faz referência às montanhas de Caña de Tacuara, espécie de bambu, originárias da região, hoje preservadas como reserva natural. É reconhecido como costa uruguaia-argentina, e oficialmente fronteira natural entre a República Oriental do Uruguai e a República Argentina;

– Young: é a segunda cidade mais importante do departamento de Rio Negro, considerada a capital agropecuária do Uruguai, tem uma estação de trem fundada em 1910, tem estilo inglês e está desativada. Hoje é ponto turístico local, denominada de Paseo del Ferrocaril. Os turistas podem conferir também a beleza do teatro Young, fundado em 1913 e a Plazoleta Sardo.

http://turismo.gub.uy/index.php/que-hacer/recorrer-fray-bentos/item/2143-cinco-propuestas-para-disfrutar-de-rio-negro-en-otono

 

Mais informações:

Explore um pouco dos departamentos de Paysandú e Rio Negro, e confira no site do Ministério de Turismo na página da região Pájaros Pintados (http://turismo.gub.uy/pajarospintados/?cat=198) algumas promoções em hotéis, restaurantes e outras empresas que atuam no setor.

http://www.lavallejanatural.com/esp/index.html

 

Fonte: Arabella Ag.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s