Cidade Colonial de Santo Domingo encanta os visitantes

Além de seu grande valor simbólico, arquitetônico e histórico, a Cidade Colonial de Santo Domingo, na República Dominicana,  encanta os visitantes com propostas culturais, artísticas e recreativas para todas as idades e interesses. Apresentações de rua, passeios em museus e galerias de arte, shows de música, festivais culturais, dança e teatro são algumas das atividades que podem ser aproveitadas durante o ano inteiro nesse lindo bairro da capital do país.
“Pela sua história de primicias e sua cena cultural vibrante, a Cidade Colonial é considerada um dos bairros emblemáticos da República Dominicana, e um passeio por suas ruas é uma atividade imperdível para os turistas que chegam ao país”, afirma Magaly Toribio, Assessora de Marketing do Ministério do Turismo da República Dominicana. “Muitos dos seus prédios sugerem um lugar parado no tempo e sua oferta única abrange uma variedade de museus, hotéis, restaurantes, parques e atrações para o prazer de todos os viajantes”.
A Cidade Colonial é, depois dos destinos de sol e praia, o lugar mais visitado pelos turistas que chegam ao país. Declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco, foi neste bairro que a história da América começou; a primeira cidade que a Coroa da Espanha concedeu a Carta Real e transformou em sede central da administração do Novo Mundo.
As diversas construções de estilo gótico e isabelino da Cidade Colonial constituem um patrimônio histórico enorme que, longe de ser estático, se mantém vivo através de muitas propostas culturais.
Confira algumas das atrações culturais de maior destaque:
-Noites de Jazz no bairro: De novembro a maio, toda quinta-feira as belas escadarias da rua El Conde servem como palco para os expoentes de maior destaque de diversas correntes, estilos e gerações de músicos de jazz. A proposta de alta qualidade faz parte do Programa de Fomento ao Turismo na Cidade Colonial de Santo Domingo (PFTCCSD) e se transformou em ponto de encontro para os amantes – locais e estrangeiros – da música na capital.
-A  Longa Noite dos Museus: Das 9 da manhã até a meia-noite, museus, espaços culturais e construções emblemáticas abrem suas portas para o público, após o horário regular, desfrutar, sob a luz da lua, visitas guiadas, oficinas, debates, exposições, concertos, palestras e apresentações folclóricas, entre outras atividades artísticas e educativas. O Alcácer de Colombo, a Casa de Tostado, o Museu das Casas Reais, o Museu Trampolín, a Capela dos Remédios, o Centro Cultural Banreservas, a Fortaleza de Santo Domingo, o Parque Duarte, a Praça Relógio do Sol, a Praça Maria de Toledo e a Praça Espanha são alguns dos locais que participam desta noite tradicional.
-Santo Domingo de Festa: Todas as sextas-feiras e sábados a partir das 8 da noite, diferentes artistas compartilham as danças e ritmos dominicanos em um fabuloso espetáculo gratuito ao ar livre na Praça Espanha. Entre as apresentações, o Balé Folclórico do Ministério do Turismo (MITUR) se destaca, dançando ritmos como a mangulina, bambulá, zarandunga e pri pri. Os Trios, formado pelo Trio Santo Domingo e pelo Trio La Hiedra, trovadores que dão vida a diferentes gêneros musicais também participam da festa.
-Galerias de arte e centros culturais: Através de exposições, mostras, oficinas e palestras, muitos espaços artísticos da Cidade Colonial permite que o público acesse, se aproprie e aproveite o trabalho criativo dos artistas locais e internacionais em suas mais variadas formas de expressão. A oferta abrange desde a arte emergente e contemporânea, passando por projetos artísticos de setores populares, a divulgação de obras de artistas nacionais renomados, assim como a troca e divulgação de expressões artísticas de outros países.
-A Festa da Música: Praças, bares, ruas e centro culturais da Cidade Colonial vibram durantes dois dias com esta grande festa que traz todos os gêneros musicais. Este ano, mais de 20 mil pessoas e 350 artistas aproveitaram 43 concertos, oficinas, projeções e cursos musicais. Houve propostas de jazz, hip-hop, música tradicional, clássica e acústica, fusão de rap e rock, entre muitas outras.
-Grupo Bonyé nas Ruínas de São Francisco: Todo domingo no coração das maravilhosas Ruínas de São Francisco de Assis é possível desfrutar um espetáculo divertido cheio de música e dança com apresentações dos ritmos típicos dominicanos: merengue, bachata e son. Além da apresentação permanente do Grupo Bonyé, amante do son, normalmente passam pelo palco pessoas ligadas a outras expressões de arte, como poesias, contos e danças, assim como artistas dominicanos reconhecidos.
Aqueles que visitam a República Dominicana podem experimentar e aproveitar através destes eventos uma Cidade Colonial viva e renovada, com propostas que complementam e valorizam sua enorme riqueza histórica.
1
FONTE: JORNAL TURISMO E EVENTO/PATRICIA

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s