Iata usará inteligência artificial para não perder bagagens

Há cerca de oito meses, a Associação Internacional de Transportes Aéreos (Iata) lançou acampanha global de rastreamento de bagagem, o primeiro passo antes da implementação da Resolução 753. Em junho deste ano, a regulação entrará em vigor em todo o mundo para reduzir os problemas com extravio de bagagens, mas a Iata acredita que pode ir além.

Um novo estudo da associação – Rastreamento Inteligente: Uma Revolução da Gestão de Bagagens – mostra que a utilização dos dados gerados por aéreas e aeroportos com a R753, analisados por sistemas de inteligência artificial, pode tornar o gerenciamento de bagagem ainda mais eficiente.

O conceito de machine learning aliado à robótica e inteligência artificial representará ainda mais economia à indústria aérea, segundo a Iata. Na última década, os custos causados por problemas com bagagem caíram pela metade – de US$ 4,2 bilhões para US$ 2,1 bilhões. A meta agora é diminuir ainda mais esses gastos.

Para se ter uma ideia do potencial do novo sistema regulado pela resolução da Iata, os números mostram que o índice de eficiência com as tags com tecnologia RFID é de 99%, enquanto os códigos de barra das bagagens atuais somam apenas 80%.

*Fonte: Tnooz

conteúdo original: http://bit.ly/2Foa4MA

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s