Luta-livre movimenta o turismo e gera milhões anualmente; entenda

A última edição da Wrestlemania, em Nova Orleans, atraiu cerca de 78 mil fãs (Foto: WWE)

Luta-livre e o turismo. Dois segmentos que por si só parecem não combinar. De um lado os lutadores/personagens do “telecatch” (as famosas lutas coreografadas), do outro as viagens. Pode até não parecer, porém a realização de eventos de luta-livre em diversas partes do mundo, principalmente nos Estados Unidos, é um mercado que gera milhões de dólares anualmente e movimenta o turismo das cidades que recebem os maiores eventos anuais da modalidade.

Nos últimos 11 anos, a Wrestlemania, o maior evento de luta-livre mundial realizado anualmente pela organização americana WWE, gerou mais de US$ 1 bilhão de movimentação econômica nas cidades americanas por onde passou, incluindo cidades turísticas como Orlando, Miami, Nova York e Nova Orleans, atraindo mais de 900 mil fãs de diferentes partes do mundo.

A próxima edição, em abril de 2019, voltará a Nova York no MetLife Stadium, podendo receber quase 90 mil espectadores. Na última vez que a Big Apple foi sede do evento, cerca de US$ 72 milhões foram injetados na economia local.

Mucha Lucha

As máscaras são o maior símbolo da Lucha Libre mexicana (Foto: Flickr)

No México, berço da “lucha-libre” e local onde foram eternizadas as famosas máscaras que escondem a real identidade dos “luchadores”, o impacto cultural é visível. Todos os finais de semana, turistas e moradores locais podem comprar ingressos e assistir as lutas dos mascarados na Arena Mexico, que recentemente completou 62 anos de história com a lucha-libre.

No local, os visitantes podem ainda comprar uma máscaras de luchador e levarem de recordação para casa.

Em alto mar

Não só reservado para as arenas em terra firme, em outubro deste ano a luta-livre ganhará, pela primeira vez, os mares com a realização do “Chris Jericho Cruise”, a bordo do Norwegian Jade (fretado pela empresa Sixthman), onde os hóspedes além de terem um ambiente temático, poderão ainda acompanhar lutas de competidores de organizações de todo o mundo a bordo.

O roteiro de quatro noites partirá de Miami, na Flórida (EUA), no dia 27 de outubro, e terminará sua passagem com mais de 2,3 mil hóspedes aficionados pela luta-livre em Nassau, nas Bahamas, no dia 31.

 

Fonte; https://brasilturis.com.br/luta-livre-movimenta-o-turismo-e-gera-milhoes-anualmente-entenda/

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s