Carta das entidades de Turismo enviada ao Governo Federal, aos cuidados do Presidente da República

São Paulo, 24 de março de 2020.

Ao EXCELENTÍSSIMO SR. PRESIDENTE DA REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL JAIR MESSIAS BOLSONARO

Em representação a todo o Governo Federal
REF.: a MP n.º 927 e o risco dos empregos do TURISMO do Brasil

Excelentíssimo Sr. Presidente,
As entidades abaixo signatárias representam, conjuntamente, a maior rede de distribuição de viagens através de todos os serviços turísticos demandados por consumidores de todo o Brasil. Tratam-se de associações, algumas delas existentes há
quase 70 anos no Brasil, e que representam todos os nichos de atividades de agenciamento e operação de viagens brasileiras, contemplando e associando agências de viagens tradicionais, agências de viagens online, agências de viagens consolidadoras, agências de viagens corporativas e eventos, operadoras de turismo, dentre outras;

Como já compartilhado com os vários órgãos deste r. governo, em especial o Ministério do Turismo, o setor do turismo faturou em 2019, a cifra de R$ 238,6 bilhões, considerando a o conjunto de de atividades e serviços de hospedagem e
similares, bares e restaurantes, transporte de passageiros, agências de viagens e cultura e lazer. Isso representa o número de pessoas formalmente empregadas nas atividades turísticas totalizando 2.983.080 (quase três milhões) de
trabalhadores.

Dentre outros dados e informações já compartilhados, e que ora ratificamos, coletados por esse conjunto de entidades representativas tem-se a indicação no mês de março de 2020, de taxas de cancelamento de viagens que já ultrapassam 85% (oitenta e cinco por cento). Se considerado o mês de março do ano de 2019 que apresentou faturamento deste setor Turismo de R$19,2 bilhões de reais, os impactos são reais,
incontestáveis e tristes, dificultando qualquer visão de sustentabilidade dos negócios, haja vista a iprevisibilidade de novos novos faturamentos.

Em tais termos, todo este setor, preocupado em demasia com a manutenção dos milhares de empregos de sua responsabilidade, de quais serão as vias de sustentabilidade destas incontáveis e respectivas famílias, expressa que a MP
n.º 927 não apresenta, infelizmente, conteúdo a suportar e confortar de qualquer forma este segmento.

Por tal contexto, suplicamos a presente atenção e ajuda de Vossa Excelência para viabilizar a este segmento reais condições de cuidar de nossos colaborares, de suas famílias, de nossa atividade, do Turismo do Brasil!

Em tempo, ratificamos em todos os termos e declaramos apoio ao mesmo pleito realizado concomitante a este nosso de entidades irmãs que também representam o Turismo de nosso país:

Muito certos de vossa consideração com o presente pleito,  aguardando medidas urgentes e salvadoras de nosso Turismo e dos empregos de nossos colaboradores, estas entidades aguardam e se colocam ao inteiro dispor para quais considerações.

Atenciosamente,
Magda Nassar – Presidente ABAV Nacional
Carlos Prado – Presidente ABRACORP
Roberto Nedelciu – Presidente BRAZTOA
Marco Ferraz – Presidente Clia Brasil
Juarez Cintra Neto – Presidente AIRTKT
Marcos Lucas – Presidente da AVIESP
Maura Leão – Presidente da BELTA

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s