Carnaval para quem quer fugir da folia

Em várias partes do país já está aberta a temporada da folia! Para celebrar, as cidades entram no clima e se enchem com o ritmo colorido do Carnaval, alegrando os foliões de todas as idades. Mesmo com a animação das serpentinas, dos confetes e dos ritmos típicos dessa época, tem muito turista fugindo da festança e querendo curtir os dias de folga de uma maneira diferente.

Para dar uma mãozinha na escolha de um destino, a Agência de Notícias do Turismo selecionou alguns atrativos para quem quer fazer um outro roteiro:


Chapada dos Guimarães. Crédito: Embratur

Na paz da natureza – Para se “desligar do mundo” e descansar, nada melhor que estar em meio às paisagens naturais. E acredite: dá para curtir uma praia no Nordeste em pleno Carnaval. No litoral do Ceará está um paraíso chamado Icaraí de Amontada, (popularmente conhecida como Icaraizinho), uma praia onde o turista vai aproveita maré calma e piscinas naturais. O local é considerado rústico e por lá o sinal de celular, por exemplo, é pouco encontrado.

Mas se a “praia” do turista tranquilão for se aventurar na mata, os destinos são as chapadas: Diamantina (BA), Guimarães (MT) ou Veadeiros (GO). Cachoeiras, florestas e paredões se tornam espaços para a prática de trekking, escalada, rapel, tirolesa, rafting e acampamentos. De quebra, o viajante ainda aproveita deliciosos banhos em águas praticamente intocadas.


Petrópolis. Crédito: Embratur

Clima de romance – Destinos românticos não vão faltar para os casais que querem curtir o feriadão bem juntinhos. O interior de São Paulo e do Rio de Janeiro, além do sul do Brasil, são roteiros que vão aquecer ainda mais o coração dos pombinhos. Quem visita Campos do Jordão (SP), na época de Carnaval, vai encontrar serviços mais baratos e aproveitar uma cidade acolhedora, com direito a passeios de teleférico, cavalgadas e visitas a jardins.

Na região serrana do Rio de Janeiro, os casais poderão conhecer cidades com construções históricas, clima ameno, vegetação verdinha e lindos chalés prontos para hospedagem. Petrópolis, Itaipava e Visconde de Mauá são alguns dos municípios românticos do Rio.

Clima de lua de mel também no sul do Brasil, onde fica difícil escolher um só destino em uma região tão inspiradora quando se trata de romance. Gramado e Canela (RS) além e serem charmosas, oferecem uma gastronomia de vinhos e chocolates que podem ser apreciados em volta da lareira. Já na serra catarinense, o casal vai curtir o sossego, belezas naturais endêmicas e baixas temperaturas de Urubici, Bom Jardim da Serra e São Joaquim.


Queijos da Serra da Canastra. Crédito: APROCAN

De prato cheio – Prepare o paladar para aproveitar um Carnaval com o prato cheio de delícias. A Serra da Canastra (MG) espera os turistas que querem conhecer seus famosos queijos. Nas fazendas da região, o viajante aprende sobre a iguaria e presencia desde a produção até o consumo do alimento. Se quiser, pode levar uns exemplares para casa.


Domingos Martins. Crédito: divulgação 

Carnaval tranquilo – Tem turista que até gosta da festa, mas não abre mão da calmaria. Poços de Caldas (MG) e Domingos Martins (ES) são destinos certos para quem tem esse perfil. Na época da folia, Poços atrai principalmente famílias e casais que buscam diversão em um ambiente tranquilo e acolhedor. Os atrativos são um verdadeiro resgate ao estilo “retrô”, com coretos e serestas.

Já em Domingos Martins, o Carnaval é celebrado com a família e tem “jeitinho de interior”, como a própria prefeitura da cidade classifica. Isso porque, por lá, o som é tradicional, com marchinhas de carnaval executadas pela Banda Campinho, que anima os festejos carnavalescos da cidade há mais de 30 anos.

 

Fonte: Nayara Oliveira, http://www.turismo.gov.br/%C3%BAltimas-not%C3%ADcias/10632-carnaval-para-quem-quer-fugir-da-folia.html

Azul serve novo cardápio em voos internacionais para os Estados Unidos e Europa

 

A Azul Linhas Aéreas passa a oferecer um novo menu para os voos internacionais com destino aos Estados Unidos e Europa, partindo de Viracopos, Confins e Recife.  O novo cardápio tem como principal objetivo valorizar o estilo comfort food e destacar as características da culinária brasileira, trazendo todo o sabor e carinho da comida feita em casa. No total, serão três diferentes combinações de cardápio, que podem variar de acordo com as origens e destinos do voo. As operações que partem de destinos internacionais para o Brasil também ganharão um novo menu.

“Estamos sempre pensando em como oferecer o melhor serviço a nossos Clientes. Nosso novo menu de bordo traz uma comida com gostinho de feita em casa e um toque de brasilidade, além de muita variedade e sabores marcantes. Além disso, nossos pratos são preparados todos os dias com muito carinho, deixando as refeições mais apetitosas. Com isso, temos certeza que a experiência Azul se torna ainda mais significativa”, afirma Claudia Fernandes, diretora de Marketing e Comunicação.

Na classe Executiva, os Clientes poderão optar por Ragu de cupim com mandioca cozida com manteiga de garrafa (foto), Escondidinho de mandioca com vegetais e até Xinxim de galinha com arroz de coentro, dependendo da época do voo, dentre outras opções. De sobremesa, o Cliente pode escolher entre brigadeiro de panela com paçoca de amendoim, bolo de churros ou bolo de macaxeira com cocada queimada, além de sorvete, frutas frescas da estação e queijos. Os pratos principais que serão oferecidos na classe Econômica também trarão opções típicas da culinária brasileira. A Azul vai oferecer picadinho de carne com arroz de espinafre e lagarto recheado com linguiça e purê de batata. A sobremesa conta com o brasileiríssimo pudim de laranja ou bolo gelado de coco.

Confira os cardápios completos abaixo:

Classe Executiva

Pratos principais:

– Costelinha de porco com cuscuz paulista

– Arroz carreteiro

– Ragu de cupim com mandioca cozida com manteiga de garrafa

– Filé de frango recheado com tomate seco e queijo coalho com cuscuz de vegetais

– Filé de frango recheado com castanha de caju e canjiquinha

– Xinxim de galinha com arroz de coentro

– Bobó de camarão com arroz de coentro e limão

– Moqueca de frutos do mar com arroz de leite de coco

– Escondidinho de mandioca com vegetais

    Foto ilustrativa

Sobremesas:

– Brigadeiro de panela com paçoca de amendoim

– Bolo de churros

– Bolo de macaxeira com cocada queimada

Classe Econômica

Pratos principais:

– Picadinho de carne com arroz de espinafre

– Lagarto recheado com linguiça e purê de batata

Sobremesas:

– Pudim de laranja

– Bolo gelado de coco

 Fonte: Assessoria Azul Linhas Aéreas

Vinte e seis roteiros de caravanas vão levar agentes de viagens à AVIESP 2018

Vinte e seis roteiros rodoviários e aéreos vão levar os agentes de viagens para o Expo D. Pedro, em Campinas, onde acontecerá a AVIESP 2018, dias 12 e 13 de abril. “Oferecemos opções bate e volta na quinta e sexta, além de alternativas com uma noite de hospedagem. Tudo isso o agente de viagens escolhe no ato da inscrição”, salienta o presidente da AVIESP, Fernando Santos. As inscrições ocorrem pelo link www.aviespexpo.com.br

Os roteiros servirão as regiões de Batatais, Bauru, Dracena, Franca, Itu, Pirassununga, Presidente Prudente, Ribeirão Preto,  Santos, São José dos Campos, São José do Rio Preto, São Paulo, Sorocaba, Taubaté e Tupã, (rodoviárias). Já as aéreas, que têm patrocínio da Azul Linhas Aéreas, atenderão seis estados: Bahia (Salvador), Goiás (Goiânia e Brasília), Minas Gerais (Belo Horizonte e Uberlândia), Paraná (Curitiba, Londrina, Maringá e Foz do Iguaçu), Rio Grande do Sul (Porto Alegre) e Rio de Janeiro.

As caravanas rodoviárias, que serão gratuitas para os agentes associados e adimplentes, terão taxa de serviço para os não associados, nos seguintes valores: R$ 100,00 (por agente/bate e volta), R$ 250,00 (com hospedagem). Para as aéreas, a taxa de R$ 250,00 (por agente) incluirá o transfer aeroporto de Viracopos/AVIESP 2018/aeroporto de Viracopos.

INSCRIÇÃO – No momento da inscrição, o interessado escolherá sua categoria: agente de viagens, visitante do trade, imprensa ou expositor, para iniciar o processo será necessário inserir CNPJ e CPF.

 

Fonte: Griffo Assessoria

 

Febre Amarela: Medidas obrigatórias para viajar

Foto: Wikimedia Commons

O Ministério da Saúde está ampliando as medidas para conter a febre amarela no País. A vacina contra a doença está disponível em quase todos os Estados pela rede pública, sendo recomendada às pessoas que residem nas regiões consideradas de risco ou que vão viajar para estes locais. O ministério aponta que no momento não existe quantidade suficiente de doses da vacina, por isso estão sendo distribuídas doses fracionadas à população.

Diversos novos países incluíram a exigência de certificado de vacinação contra a febre amarela, sendo assim, em caso de viagens já programadas, é indicado que o passageiro verifique com a sua companhia aérea se há novas exigências.

Se você já recebeu uma única dose e tem o certificado não é necessário trocar ou renovar, desde que sua certificação esteja regularizada com os dados completos da vacina (se o certificado venceu também não há problemas de acordo com a Anvisa, pois agora a OMS regulamentou que uma dose completa vale para toda a vida). Para viagens internacionais a vacina fracionada não é válida, já que ela só corresponde a um quinto da vacina e dura cerca de oito anos. Planeje sua viagem para tomar a vacina 10 dias antes de partir, se você tomou a fracionada vai ter que esperar um mês para tomar a dose única.

O CIVP será emitido para viajantes que se destinam a países que exigem o mesmo
O CIVP será emitido para viajantes que se destinam a países que exigem o mesmo

Para obter o certificado internacional de vacinação e profilaxia (CIVP):

É preciso que o cidadão tenha tomado a dose integral da vacina. Após a vacinação, faça um cadastro no site da Anvisa e agende o atendimento em um dos centros de orientação ao viajante (COV), será exigido um pré-cadastramento para agilizar. Para retirar a documentação leve seu cartela de vacinação, um documento original com foto e uma comprovação de desembarque eminente em um país que exija a certificação. Essa exigência foi uma maneira de restringir a emissão do certificado, frente ao aumento na procura do mesmo.

134 países estão exigindo a vacina integral, confira abaixo quais:

Afeganistão, África do Sul, Albânia, Angola, Antígua e Barbuda, Antilhas Holandesas, Arábia Saudita, Argélia, Argentina, Austrália, Bahamas, Bahrein, Bangladesh, Barbados, Belize, Benim, Bolívia, Botswana, Brunei, Burkina Faso, Burundi, Butão, Cabo Verde, Camarões, Camboja, Cazaquistão, Chade, China, Colômbia, Coreia do Norte, Costa do Marfim, Costa Rica, Cuba, Djibouti, Dominica, Egito, El Salvador, Equador, Eritreia, Etiópia, Fiji, Filipinas, Gabão, Gâmbia, Gana, Granada, Guadalupe, Guatemala, Guiana, Guiana Francesa, Guiné, Guiné Equatorial, Guiné-Bissau, Haiti, Honduras, Ilha do Natal, Ilha Norfolk, Ilhas Salomão, Índia, Indonésia, Irã, Iraque, Jamaica, Jordânia, Kiribati, Laos, Lesoto, Libéria, Líbia, Madagáscar, Malásia, Malawi, Maldivas, Mali, Malta, Martinica, Maurícia, Mauritânia, Mayotte, Moçambique, Myanmar, Namíbia, Nauru, Nepal, Nicarágua, Níger, Nigéria, Niue, Nova Caledónia, Omã, Panamá, Paquistão, Paraguai, Peru, Pitcairn, Polinésia Francesa, Quênia, Quirguistão, República Centro-Africana, República Democrática do Congo, República do Congo, Reunião, Ruanda, Samoa, Santa Helena, Santa Lúcia, São Bartolomeu, São Cristóvão e Nevis, São Martinho, São Tomé e Príncipe, São Vicente e Granadinas, Senegal, Serra Leoa, Seychelles, Singapura, Somália, Sri Lanka, Suazilândia, Sudão, Sudão do Sul, Suriname, Tailândia, Tanzânia, Timor-Leste, Togo, Trindade e Tobago, Tristão da Cunha, Uganda, Venezuela, Vietnã, Wallis e Futuna,Zâmbia, Zimbabwe.

 

Fonte: Marina Marcondes, http://www.panrotas.com.br/noticia-turismo/brasil/2018/01/febre-amarela-medidas-obrigatorias-para-viajar_152729.html?superdestaque22